Como a pandemia acelerou o trabalho remoto

Você consegue se lembrar de como eram as relações corporativas antes da pandemia? Nem faz tanto tempo assim, mas até parece outra vida. Falar em trabalho remoto, por exemplo, era impensável para muitas empresas até 2020. Então vieram a covid-19 e a necessidade de distanciamento social, impondo novas rotinas às equipes.

De início, as reuniões por Zoom e o expediente no home office pareciam estranhos demais. Não havia mais o cafezinho com os colegas, muito menos a infraestrutura adequada para realizar tarefas complexas. Porém, as organizações foram se adaptando: investiram em equipamentos mais modernos e outras soluções tecnológicas para os colaboradores atuarem a distância. Enquanto isso, os profissionais perceberam que ficar em casa também tinha suas vantagens, principalmente em se tratando de aproveitar o dia. Saíram as horas intermináveis no trânsito, entrou o tempo extra com a família.

Trabalho remoto no pós-pandemia

Na verdade, a pandemia simplesmente acelerou uma tendência que já vinha despontando em diversos lugares do mundo. Se antes o trabalho remoto era restrito principalmente às startups de tecnologia e aos produtores de conteúdo, agora outros setores apostam nesse modelo de negócio mais flexível.

Um dos motivos para tanto está na redução de custos. Afinal, com menos funcionários em regime presencial, não é preciso manter um escritório enorme. Dessa forma, poupa-se desde o valor do aluguel até as despesas com energia elétrica.

Outro ponto positivo é o recrutamento de novos talentos – onde quer que estejam. Isso porque o endereço do candidato deixa de ser um filtro obrigatório na seleção de currículos. Em vez disso, prioriza-se a qualificação para o cargo. Afinal, basta a pessoa ter acesso à internet para trabalhar – não importa que more no interior do Mato Grosso ou numa metrópole como São Paulo.

De fato, 95% dos participantes num estudo global do Gartner afirmam que pelo menos parte da equipe continuará em teletrabalho após a pandemia. Há desde o time “home office para sempre” até os colaboradores que preferem um esquema híbrido, intercalando alguns dias em casa com idas eventuais à sede da empresa.

Saiba mais: Home office para sempre? Invista nas soluções de TI certas

Dicas para reforçar a segurança no home office

Embora tenhamos destacado o lado bom do trabalho remoto, precisamos falar dos desafios que esse modelo de negócio impõe às companhias. Isso porque, quanto mais houver pontos de acesso externo ao sistema corporativo, maiores serão as chances de invasão cibernética.

Então, para evitar vulnerabilidades, uma medida importante consiste em encontrar boas soluções de gerenciamento em nuvem. Nesse sentido, opções como a Aruba Central unificam toda a infraestrutura de rede, garantindo proteção a cada máquina. Além disso, possibilitam definir com extrema facilidade os limites de acesso dos usuários.

Outra medida bastante recomendada é o reforço das boas práticas para evitar brechas de segurança. Aliás, elas vão desde campanhas de comunicação interna (reforçando hábitos como “não abrir anexos de e-mails”) até a implementação de soluções tecnológicas específicas.

Saiba mais: 5 dicas de segurança de dados para o home office

A HT Solutions oferece as melhores opções para aprimorar sua infraestrutura de TI. Fale conosco, conheça nosso portfólio! Certamente, teremos um produto ou serviço sob medida para as necessidades da sua empresa.

 

Foto: iStock/Inside Creative House

Compartilhe este artigo:

Facebook
Twitter
LinkedIn

Tópicos relacionados

Sobre a HT Solutions

A HT Solutions é especialista em soluções de infraestrutura de TI que proporcionam agilidade, desempenho e melhores resultados para empresas na era da transformação digital.

Braço de tecnologia do Grupo Herval, grupo econômico com mais de 60 anos de atuação na indústria e varejo, a HT conta com as mais elevadas certificações da fabricantes como HPE, HP, Dell e Lenovo e é um parceiro confiável no fornecimento de tecnologia para o setor público e privado.

Receba nossos conteúdos exclusivos no seu e-mail.