Vai migrar? 3 verdades sobre o gerenciamento em nuvem

A maioria das empresas já utiliza soluções de cloud computing. Armazenar arquivos no Dropbox, produzir relatórios no Google Docs e acompanhar a produtividade com o Trello são alguns exemplos de atividades possíveis. Porém, o gerenciamento em nuvem pode ser muito mais completo, estendendo-se até mesmo à infraestrutura de TI.

Essa alternativa traz vantagens ao negócio, como a otimização de tempo e recursos financeiros. Se você ainda não tem noção do potencial da nuvem, vale a pena conferir estes três aspectos:

1. Existe uma nuvem para cada tipo de cliente

A computação na nuvem permite executar tarefas pela internet sem a necessidade de instalar aplicativos. A opção mais barata é a nuvem pública – modelo em que os servidores pertencem a um provedor terceirizado. Ou seja: toda a estrutura de hardware e software é da organização contratada, e você paga uma espécie de “aluguel” pelo uso.

No entanto, certas empresas preferem recorrer à nuvem privada. Os serviços de computação, nesse caso, ficam num data center próprio e são de uso exclusivo. Essa é a opção de quem lida com dados sensíveis dos clientes (como documentos pessoais e informações bancárias) para reforçar a segurança.

Há, ainda, os modelos de nuvem híbrida, que assimilam recursos tanto da cloud pública quanto da privada. Essa mistura garante escalabilidade e segurança conforme as demandas específicas de cada negócio.

2. Computação na nuvem vai do software à infraestrutura

Talvez os softwares como serviço (SaaS, na sigla em inglês) sejam o exemplo mais corriqueiro de computação na nuvem. Com eles, em vez de instalar um programa no seu computador, você simplesmente faz login num site para ter acesso às ferramentas. Assim, não é necessário realizar manutenção nem atualização de aplicativos.

Algumas companhias também recorrem à infraestrutura como serviço (IaaS). Dessa forma, toda a parte de armazenamento de dados, rede e sistemas operacionais é delegada à nuvem. A vantagem está na redução do espaço físico do data center, o que diminui gastos com a manutenção do parque tecnológico (ar-condicionado e energia elétrica, nobreaks, troca de equipamentos danificados, etc.).

Já as plataformas como serviço (PaaS) são feitas para desenvolvimento de aplicações, teste e gerenciamento em nuvem. Elas são mais simples de usar, com configuração rápida e acesso instantâneo ao banco de dados.

Saiba mais: Por que adotar o gerenciamento de rede em nuvem

3. Gerenciamento em nuvem só traz vantagens

Em tempos de trabalho híbrido, com parte dos colaboradores em home office e outra parte da equipe na sede da empresa, o gerenciamento em nuvem assegura mais produtividade. E o melhor: pesando menos no orçamento. Veja algumas vantagens:

  • Redução de custos operacionais, já que você não precisa instalar softwares nem renovar o parque tecnológico com tanta frequência;
  • Mobilidade dos funcionários, que conseguem acesso remoto ao sistema da empresa, sem perda de performance;
  • Consequentemente, possibilidade de contratar talentos em qualquer lugar do mundo;
  • Escalabilidade para crescer conforme a demanda (se for necessário aumentar a capacidade de armazenamento ou contratar novos serviços, o upgrade acontece em poucos minutos);
  • Simplicidade nas operações, de modo que qualquer pessoa pode utilizar o sistema sem recorrer à ajuda de técnicos especializados;
  • Flexibilidade para atender às necessidades de seu negócio, respeitando-se os limites do orçamento.

Saiba mais: Como investir em TI com recursos financeiros limitados

Quer migrar para o gerenciamento em nuvem? Então você tem que conhecer a Aruba Central, plataforma baseada em inteligência artificial que unifica toda a infraestrutura de rede. Com um painel bem simples de usar, é possível configurar máquinas, definir os limites de acesso de cada usuário e ainda monitorar brechas de segurança antes que elas se tornem um problema.

Falamos mais das soluções Aruba neste artigo sobre o digital workplace. Fica a dica de leitura!

Precisando de outras informações, é só entrar em contato com a HT Solutions.

Foto: iStock/Chinnapong

Compartilhe este artigo:

Facebook
Twitter
LinkedIn

Tópicos relacionados

Sobre a HT Solutions

A HT Solutions é especialista em soluções de infraestrutura de TI que proporcionam agilidade, desempenho e melhores resultados para empresas na era da transformação digital.

Braço de tecnologia do Grupo Herval, grupo econômico com mais de 60 anos de atuação na indústria e varejo, a HT conta com as mais elevadas certificações da fabricantes como HPE, HP, Dell e Lenovo e é um parceiro confiável no fornecimento de tecnologia para o setor público e privado.

Receba nossos conteúdos exclusivos no seu e-mail.