Como e por que adotar um modelo híbrido de trabalho

A pandemia de covid-19 forçou equipes a adotarem o home office. Agora, com a retomada das atividades in loco, as empresas questionam até que ponto vale a pena retornar ao escritório. Para muitas delas, o modelo de trabalho híbrido vem se mostrando o melhor, pois alia a conveniência do remoto ao calor humano do presencial. A seguir, veja dicas para consolidar essa transição.

Por que investir num modelo híbrido de trabalho

Um local de trabalho híbrido se acomoda às necessidades tanto dos colaboradores quanto da própria organização. Por exemplo, as pessoas conquistam mais qualidade de vida. Afinal, nos dias de home office, elas não têm de acordar cedo demais, nem encarar trânsito para chegar à sede da empresa.

Descansada, a equipe se torna mais produtiva. Os problemas de saúde relacionados ao estresse também tendem a diminuir. Assim, até a retenção de talentos pode ser beneficiada, já que funcionários felizes não geram turnover.

Para o empregador, investir no modelo híbrido ainda é uma forma de cortar custos fixos. Isso porque, sem tanta gente no escritório ao mesmo tempo, é possível reduzir o espaço físico. Consequentemente, a empresa gasta menos com aluguel, equipamentos e consumo de energia.

Porém, o afastamento prolongado dos colegas às vezes compromete a cultura corporativa. Faltam a convivência diária, as conversas olho no olho e as trocas de ideias no calor do momento. Por isso, em vez de investir num esquema totalmente remoto, muitas organizações preferem manter idas eventuais à sede. O desafio é encontrar um ritmo que funcione para as suas demandas.

Dicas para consolidar o modelo híbrido na sua empresa

Abaixo, listamos três sugestões que podem colaborar para o sucesso de sua operação em formato híbrido. Aproveite!

1. Comunicação é tudo

Quem está longe do escritório não sabe o que se passa nos corredores da firma. Portanto, vale a pena reforçar a comunicação interna. Eleja um canal oficial para enviar informações relevantes. Pode ser um software gerenciador de tarefas ou até um simples e-mail ao fim do dia.

2. Avaliação do desempenho

O bom do modelo híbrido é a flexibilidade para cada colega atingir o máximo desempenho. Se a pessoa precisa redigir um relatório ou trabalhar em tarefas burocráticas que exijam concentração, ela pode se isolar no home office, sem as distrações que encontraria num ambiente físico de trabalho.

Nesse caso, não adianta avaliar alguém com base no tempo que permaneceu on-line. Em vez disso, priorize o cumprimento de metas ou a entrega de resultados dentro de um prazo.

3. Ferramentas certas

Por outro lado, há momentos em que a equipe ganha com a interação e a troca de ideias. É o que ocorre em reuniões de brainstorming ou dinâmicas de integração.

Para ocasiões assim, lembre-se de agendar o encontro com antecedência, principalmente se for uma atividade presencial. Além disso, se planeje para acomodar todo mundo com conforto no espaço designado, é claro! Já quando a reunião for on-line, invista em tecnologias para melhorar a comunicação síncrona. Dessa forma, não haverá ruídos no processo.

Saiba mais: Soluções tecnológicas para você adotar o home office na empresa

Quer saber como implementar uma estrutura de TI que dê conta dessa nova demanda? Fale com a HT Solutions. Nós encontraremos as melhores soluções para o seu negócio!

 

Foto: iStock/artiemedvedev

Compartilhe este artigo:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Tópicos relacionados

Sobre a HT Solutions

A HT Solutions é especialista em soluções de infraestrutura de TI que proporcionam agilidade, desempenho e melhores resultados para empresas na era da transformação digital.

Braço de tecnologia do Grupo Herval, grupo econômico com mais de 60 anos de atuação na indústria e varejo, a HT conta com as mais elevadas certificações da fabricantes como HPE, HP, Dell e Lenovo e é um parceiro confiável no fornecimento de tecnologia para o setor público e privado.

Receba nossos conteúdos exclusivos no seu e-mail.