Como começar sua jornada para a hiperconvergência

A hiperconvergência é uma maneira de tornar seu data center mais eficiente e econômico.
Esse modelo agrega computação, armazenamento e gerenciamento num único ambiente. É
como se a infraestrutura funcionasse tal qual um sistema na nuvem: simples, dinâmico e sem
abrir mão do desempenho.
O resultado dessa solução se traduz em diversas vantagens operacionais. A seguir, conheça
melhor os benefícios da estrutura hiperconvergente e veja como implementá-la no seu
negócio.

Por que ter uma infraestrutura hiperconvergente

Quando a empresa precisa montar um data center, geralmente junta componentes de
diversos fabricantes. Com a hiperconvergência, a realidade é outra. Trata-se de uma solução
simplificada e totalmente integrada, que reduz o custo de implementação. Além disso,
qualquer colaborador consegue administrar o sistema, mesmo que não seja muito
familiarizado com processos de TI.
A eficiência de dados é uma das principais vantagens da infraestrutura hiperconvergente.
Recursos como a deduplicação e a compactação ampliam tanto a capacidade de
armazenamento quanto a largura de banda.
Outro ponto de destaque é a capacidade de expansão. A tecnologia se baseia em unidades
pequenas, permitindo a granularidade de escala. Em outras palavras, não é necessário
comprar um hardware poderoso que ficará subutilizado pelos próximos cinco anos. Sua
estrutura cresce quando você precisar, no tamanho adequado para o seu negócio. Assim,
sobra mais dinheiro para investir em outras áreas da organização.

Como adotar a hiperconvergência

Quando se monta um data center do zero, não tem mistério: basta apostar em um produto
hiperconvergente desde o início, como o HPE Simplivity, por exemplo. Nesse caso, recomenda-
se observar a capacidade de escalabilidade e o custo das licenças de software associadas à
solução. O objetivo é ter um sistema que apresente adequado ciclo de vida para justificar o
investimento financeiro.

Por outro lado, quem já possui uma estrutura estabelecida precisará realizar a migração para a
nova tecnologia. Para isso, é necessário mover as máquinas virtuais (VMs) de uma plataforma
à outra.
Deve-se fazer uma análise do ambiente existente no data center e validar as premissas para o
novo projeto. Dito de outra forma, verifica-se se o novo ambiente hiperconvergente suportará
todas as aplicações instaladas.
No mais, é importante lembrar do espaço físico. O local deverá ter racks disponíveis para os
novos servidores da solução hiperconvergente. Depois, quando a infraestrutura estiver
operante, os equipamentos antigos poderão ser removidos.
Talvez pareça trabalhoso, mas o esforço compensa. A hiperconvergência está aí para facilitar o
seu dia a dia. Ela garante mais eficiência com menos recursos, simplificando a administração
da infraestrutura. Com isso, o departamento de TI fica liberado para auxiliar estrategicamente
a empresa a atingir seus objetivos de negócio.
Quer saber mais? Continue acompanhando as novidades de nosso blog, ou entre em contato
com a HT Solutions clicando aqui. Em breve, traremos explicações ainda mais detalhadas sobre
os benefícios dessa tecnologia. Até lá!

Compartilhe este artigo:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Tópicos relacionados

Sobre a HT Solutions

A HT Solutions é especialista em soluções de infraestrutura de TI que proporcionam agilidade, desempenho e melhores resultados para empresas na era da transformação digital.

Braço de tecnologia do Grupo Herval, grupo econômico com mais de 60 anos de atuação na indústria e varejo, a HT conta com as mais elevadas certificações da fabricantes como HPE, HP, Dell e Lenovo e é um parceiro confiável no fornecimento de tecnologia para o setor público e privado.

Receba nossos conteúdos exclusivos no seu e-mail.