LGPD: desafios na adequação à lei de proteção de dados

A Lei Geral de Proteção de Dados está em vigor desde setembro de 2020. O texto dispõe sobre a maneira como as empresas coletam, armazenam e utilizam as informações pessoais do público, inclusive prevendo sanções em caso de vazamentos. Porém, transcorrido mais de um ano desde a oficialização, empresas ainda encontram desafios para se adequar à LGPD.

Neste artigo, analisaremos por que, para algumas organizações, é tão difícil alcançar conformidade com as regras de proteção de dados. Além disso, você verá como reforçar a segurança dos sistemas no seu negócio.

Por que é tão difícil se adequar à LGPD?

O setor de TI é responsável pelo tratamento de dados de clientes, colaboradores e fornecedores. Entram aí desde as informações mais básicas, como nome completo e número do RG, até registros de movimentações financeiras.

Trata-se de um conteúdo valioso. Afinal, se em mãos erradas, pode dar margem para bandidos cometerem fraudes. Por isso, a LGPD determina que os dados dos usuários sejam armazenados em local seguro.

Só que essa exigência esbarra em alguns entraves. Como exemplo, podemos citar os seguintes:

1.     Conhecimento da lei

Muitas vezes, as organizações não têm uma compreensão real dos impactos da LGPD. Portanto, é preciso aproximar o setor de tecnologia da área jurídica, verificando quais são as imposições da legislação. Assim, a equipe conseguirá listar os ajustes necessários nos bancos de dados para adequar-se às normas.

2.     Banco de dados legado

Outra dúvida diz respeito a o que fazer com as informações antigas, que foram coletadas antes da vigência da Lei de Proteção de Dados. Em geral, parte-se para um mapeamento desse conteúdo, com o objetivo de avaliar se são dados sensíveis, se foram capturados com consentimento das pessoas e qual é a finalidade de mantê-los no sistema.

É provável que parte desse material tenha de ser descartada, caso conflite com pontos da LGPD. Uma segunda opção é tentar a regularização do banco de dados, enviando novos termos de consentimento para os usuários.

3.     Tecnologia defasada

Por fim, vale destacar como as infraestruturas de TI mais antigas simplesmente não estão preparadas para os desafios da LGPD. Falta um sistema de gestão da privacidade, que permita gerenciar a coleta e o tratamento de dados dos usuários.

Há, ainda, as ameaças à segurança da informação. Diante de uma barreira de proteção defasada, os cibercriminosos podem invadir o sistema e roubar dados com facilidade. Logo, é importante investir em ferramentas de criptografia, firewall e prevenção de incidentes.

Saiba mais: O que falta para sua empresa evitar incidentes de segurança?

Como sua empresa pode entrar em conformidade com a LGPD

Um passo importante para se adaptar à LGPD é escolher tecnologias confiáveis. As soluções em nuvem são uma excelente alternativa, visto que mantêm protocolos rigorosos de segurança. Inclusive, você pode determinar níveis de acesso aos dados, de modo que apenas algumas pessoas realizem o tratamento do conteúdo sensível. Essa é uma estratégia para diminuir o risco de falhas humanas que levem ao vazamento de informações.

Para melhorar, os sistemas em cloud contam com ferramentas avançadas de monitoramento, detecção e mitigação de ameaças. Por exemplo, HPE Primera conta com a inteligência artificial InfoSight, que identifica anomalias antes mesmo que elas se tornem um problema.

Saiba mais: Acelere a migração para a nuvem com soluções inovadoras

Quer saber mais sobre soluções de TI para enfrentar os desafios da LGPD? Fale com a HT Solutions. Nossos especialistas podem fazer um diagnóstico de seu negócio e apresentar as opções mais adequadas à sua realidade, com qualidade e preço justo.

Foto: iStock/Galeanu Mihai

Compartilhe este artigo:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Tópicos relacionados

Sobre a HT Solutions

A HT Solutions é especialista em soluções de infraestrutura de TI que proporcionam agilidade, desempenho e melhores resultados para empresas na era da transformação digital.

Braço de tecnologia do Grupo Herval, grupo econômico com mais de 60 anos de atuação na indústria e varejo, a HT conta com as mais elevadas certificações da fabricantes como HPE, HP, Dell e Lenovo e é um parceiro confiável no fornecimento de tecnologia para o setor público e privado.

Receba nossos conteúdos exclusivos no seu e-mail.