Marketing para startups: dicas para negócios em estágio inicial

marketing para startups

Todo negócio precisa encontrar maneiras de vender seus produtos ou serviços. É para isso que existe o investimento em marketing. No entanto, uma startup em estágio inicial talvez ainda nem tenha recursos ou maturidade para fazer esse tipo de divulgação. Aliás, foi pensando nisso que elaboramos o artigo de hoje. A seguir, entenda quando começar a investir e como escolher uma entre as muitas estratégias de marketing para startups.

Quando começar a investir em marketing

Muitas startups surgem com a pretensão de ser disruptivas. Elas querem revolucionar o mercado ou, quem sabe, conquistar clientela com um jeito inovador de resolver as necessidades do público.

Só que, do desejo à ação, existe um longo caminho. Nem sempre o projeto funciona na prática. Para aparar as arestas, é preciso apresentar o produto ou serviço a um número restrito de consumidores, que vão apontar falhas no processo e sugerir melhorias.

Ou seja: por mais que você acredite no empreendimento, provavelmente ainda não é a hora de divulgá-lo em massa. Antes, é importante testar protótipos e avaliar a viabilidade econômica, senão o ganho de escala trará problemas na mesma proporção.

Saiba mais: Dos objetivos ao custo – Como planejar a infraestrutura de TI

O marketing pode ajudar sua marca a ganhar visibilidade. Porém, se o serviço for ruim ou não houver demanda de mercado, todo esse esforço será em vão. Sem falar no dinheiro jogado fora…

Lembre-se de ter resultados consistentes, ou pelo menos um bom potencial de crescimento, para somente então atrais os consumidores. Do contrário, seus anúncios serão apenas promessas vazias, com grandes chances de frustrar a audiência, diminuindo as chances de sucesso.

Dicas de marketing para startups

Agora, digamos que você já tenha um projeto estruturado, testado e aprovado pela audiência. Falta conquistar uma base maior de clientes, certo? Pois nesse momento entra a estratégia de marketing, cujas ferramentas vão variar de acordo com a capacidade financeira do negócio. Consequentemente, o marketing para startups precisa ser muito estratégico, pois empresas em estágio inicial geralmente têm menor poder de fogo.

Veja por onde começar:

1.     Desenhe a(s) persona(s)

A “persona” é uma personagem semifictícia, baseada nas características do público-alvo. Além de saber gênero, estrato econômico e faixa etária de quem você pretende atingir, busque outros detalhes. Por exemplo: Quais são os hábitos desse sujeito? Onde trabalha, o que consome, o que pretende para a vida?

Especialmente no marketing para startups, toda sua comunicação será voltada para essa persona específica. Logo, ela balizará a linguagem (mais descontraída ou formal, por exemplo) e os canais utilizados (redes sociais, e-mail marketing, etc.).

2.     Ofereça conteúdo informativo

O marketing para startups não deve se restringir a anúncios. Afinal, quantas pessoas vão confiar numa marca desconhecida?

Em vez de bombardear a audiência com banners de propaganda, prefira uma abordagem mais informativa. Invista em blog, podcast ou vídeos sobre assuntos relacionados a seu produto ou serviço. Esse método ajuda a atrair consumidores qualificados, com altas chances de conversão.

A ideia é tornar o nome da empresa referência na área. Sim, pode levar um tempo, mas a confiança do público será muito mais sólida – e o investimento, menor.

3.     Faça testes A/B

Pequenas alterações na cor de uma peça publicitária ou no texto de um blog podem trazer resultados diferentes. Para verificar qual mensagem é a mais efetiva, teste pelo menos duas versões com uma audiência estatisticamente relevante. O modelo que trouxer mais clientes indicará a linha que você deve seguir nos próximos posts.

Evidentemente, não existe uma “receita pronta” ou estratégia única no marketing para startups. Logo, cada reação da clientela gera novas informações para aprimorar o plano. O segredo está em entender as demandas dos consumidores e encontrar soluções criativas para chegar até eles.

Saiba mais: Escritório do futuro – soluções para um ambiente conectado

O que não muda é a necessidade de gastar pouco, principalmente nos estágios iniciais do negócio. Assim, também é bom investir em tecnologia para otimizar recursos e agilizar os processos internos.

A HT Solutions está aqui para ajudar você. Fale conosco e conheça nossas soluções. Nós podemos definir uma estrutura de TI adequada à sua realidade.

 

Foto: iStock/GOCMEN

Compartilhe este artigo:

Facebook
Twitter
LinkedIn

Tópicos relacionados

Sobre a HT Solutions

A HT Solutions é especialista em soluções de infraestrutura de TI que proporcionam agilidade, desempenho e melhores resultados para empresas na era da transformação digital.

Braço de tecnologia do Grupo Herval, grupo econômico com mais de 60 anos de atuação na indústria e varejo, a HT conta com as mais elevadas certificações da fabricantes como HPE, HP, Dell e Lenovo e é um parceiro confiável no fornecimento de tecnologia para o setor público e privado.

Receba nossos conteúdos exclusivos no seu e-mail.