Retomada: pesquisa aponta mais investimento em TI

Como estará sua empresa daqui a um ano? Embora ainda seja difícil projetar os rumos do mundo, organizações dos Estados Unidos, da Inglaterra e do Japão acreditam numa veloz retomada econômica pós-pandemia. Pelo menos é o que aponta a edição mais recente da pesquisa IT Pulse, da HP Inc. O estudo ouviu 750 líderes de TI nesses países entre fevereiro e março de 2021. O clima geral é de otimismo, o que também significa mais investimento em TI.

Vale a pena observar os resultados, pois eles revelam uma tendência que certamente chegará ao mercado brasileiro em breve.

Investimentos em TI na retomada pós-pandemia

De acordo com a IT Pulse, 46% dos entrevistados acreditam numa retomada rápida da economia. Esse é um salto em relação à pesquisa anterior, feita em abril de 2020, quando apenas 37% dos participantes enxergavam um futuro tão promissor.

Diante da mudança de perspectiva, as empresas estão se preparando para investir mais. Por isso, o orçamento deve crescer em pelo menos 59% dos casos, enquanto outros 26% ficarão numa situação estável. Aliás, as verbas já têm destino certo. As cinco áreas que vão receber mais investimento ao longo do próximo ano são as seguintes:

Segurança de redes e nuvem (54%);

Backup de cloud e storage (54%);

– Componentes de cloud, como virtualização, hosting e VDI (47%);

– Segurança de endpoints (47%);

– Softwares licenciados ou colaborativos (44%).

Saiba mais: Empresas pretendem investir mais em TI, diz Gartner

Investimento para melhorar o trabalho remoto

Outro destaque da IT Pulse diz respeito ao trabalho remoto. Essa é uma realidade que chegou para ficar, mesmo depois da retomada econômica.

Com a pandemia de covid-19, muitas equipes migraram para o home office. Assim, processos de renovação dos parques tecnológicos acabaram sendo acelerados.

Das companhias ouvidas, 76% anteciparam a troca de equipamentos e 67% deram um segundo computador corporativo aos colaboradores. Dessa forma, o índice de profissionais com dois PCs, que era de 28% em 2019, pode atingir os 35% em 2023.

Seis em cada dez empregadores também pretendem pagar um valor extra aos funcionários para eles equiparem seus ambientes caseiros. A verba média de US$ 1,4 mil cobrirá custos com acessórios, conta de internet, software, mobiliário e até alimentação.

Isso não quer dizer que o trabalho presencial acabou. Na verdade, metade dos entrevistados planeja ter a maioria dos colaboradores de volta à empresa até o fim de setembro. Porém, o volume de profissionais que trabalham exclusivamente no escritório tende a diminuir, enquanto o time “full-time” em home office deve aumentar.

Mais pesquisas indicam que o futuro está no modelo híbrido. Inclusive, as projeções podem ajudar você a guiar os investimentos em TI de seu negócio. Confira no link abaixo:

Saiba mais: Expansão do trabalho remoto deve guiar investimentos em TI

Quer conhecer os produtos e serviços mais adequados para a realidade de sua empresa? Fale com a HT Solutions. Nossa equipe é especialista em soluções de TI que garantem produtividade, segurança e redução de custos.

 

Foto: iStock/ Jirsak

Compartilhe este artigo:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Tópicos relacionados

Sobre a HT Solutions

A HT Solutions é especialista em soluções de infraestrutura de TI que proporcionam agilidade, desempenho e melhores resultados para empresas na era da transformação digital.

Braço de tecnologia do Grupo Herval, grupo econômico com mais de 60 anos de atuação na indústria e varejo, a HT conta com as mais elevadas certificações da fabricantes como HPE, HP, Dell e Lenovo e é um parceiro confiável no fornecimento de tecnologia para o setor público e privado.

Receba nossos conteúdos exclusivos no seu e-mail.