Expansão do trabalho remoto deve guiar investimentos em TI

trabalho remoto

Ao fim de 2021, até 51% dos chamados “profissionais do conhecimento” deverão estar em regime de trabalho remoto globalmente. A projeção é da companhia de pesquisa Gartner.

Trata-se de um aumento expressivo em relação a 2019, quando 27% desses trabalhadores atuavam longe das sedes de suas empresas. Evidentemente, a covid-19 acabou forçando muitas equipes a adotarem o home office, ainda que temporariamente. Contudo, a tendência é de que esse modelo continue popular mesmo depois da pandemia.

Projeções para o futuro: trabalho remoto pós-pandemia

O Gartner define como profissionais do conhecimento aquelas pessoas cujas atividades demandam grande esforço intelectual. São redatores, contadores e engenheiros, entre outros.

De acordo com a consultoria, muitos deles estarão envolvidos com trabalho remoto, em algum grau, até o fim do ano. Portanto, alguns atuarão assim em tempo integral, enquanto outros ficarão no formato híbrido. Nesse caso, com pelo menos um dia de home office por semana e idas à sede nos demais dias úteis.

“Uma força de trabalho híbrida é o futuro do trabalho”, disse Ranjit Atwal, diretor de pesquisa sênior do Gartner, em comunicado à imprensa. Ainda segundo ele, o remoto e o on-site são “partes da mesma solução para otimizar as necessidades dos empregadores”. Aliás, a redução de custos surge como vantagem corporativa neste caso. Afinal, as organizações não precisarão alugar salas gigantescas para suas equipes, nem consumir tanta energia elétrica com equipamentos.

Vale lembrar que a migração para o trabalho remoto varia conforme a cultura local e o estágio de avanço na implementação de soluções em TI. Assim, estima-se que 31% dos profissionais do planeta trabalharão a distância em 2022, considerando-se todos os setores. Porém, os percentuais são bem discrepantes, a depender da região.

Por exemplo: nos Estados Unidos, esse modelo chegará para 53% da força trabalhadora. Já na Índia e na China, a penetração atingirá 30% e 28% dos colaboradores, respectivamente.

Como se adaptar para o formato híbrido de trabalho

O Gartner também ressalta como o trabalho remoto impacta as estratégias do negócio. Assim, para uma adoção permanente desse modelo, as empresas deverão levar adiante projetos de transformação digital. Afinal, é preciso investir em soluções que facilitem o serviço a distância, como hiperautomação, inteligência artificial (IA) e tecnologias de colaboração. Esses sistemas reduzem o máximo de processos possível, tornando a comunicação mais eficiente e elevando os índices de produtividade.

Saiba mais: Como a transformação digital leva ao sucesso nos negócios

Nesse contexto, uma excelente opção o HPE Primera. Isso porque esse sistema operacional vem com HPE InfoSight incorporado. Ou seja: traz uma IA que prevê problemas de armazenamento e resolve as falhas antes mesmo que elas aconteçam. Isso permite diminuir consideravelmente o tempo de paradas para manutenção. Assim, você conquista 100% de disponibilidade a todos os aplicativos de missão crítica.

E tem muito mais. Para conhecer outras opções em TI, fale com a HT Solutions! Nossos técnicos vão apresentar os produtos mais adequados às necessidades de sua empresa.

 

Foto: iStock/Juan_Algar

Compartilhe este artigo:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Tópicos relacionados

Sobre a HT Solutions

A HT Solutions é especialista em soluções de infraestrutura de TI que proporcionam agilidade, desempenho e melhores resultados para empresas na era da transformação digital.

Braço de tecnologia do Grupo Herval, grupo econômico com mais de 60 anos de atuação na indústria e varejo, a HT conta com as mais elevadas certificações da fabricantes como HPE, HP, Dell e Lenovo e é um parceiro confiável no fornecimento de tecnologia para o setor público e privado.

Receba nossos conteúdos exclusivos no seu e-mail.